Como é sabido, não é possível encontrar as marcas na natureza. A natureza não foi criada pelo homem; é o resultado de uma multiplicidade de seres vivos, englobando toda a criação, mutuamente e naturalmente, melhorando a própria vida. Esta é uma fotografia das Ilhas Raja Ampat, na Indonésia. Nesta ilha existe uma convergência entre os oceanos Índico e Pacífico, existindo aí a maior biodiversidade marinha do mundo. A vista subaquática é fascinante. Ao assimilarmos todo este cenário, o planeta Terra, no qual mar, terra e céu se fundem num só, somos transportados para uma paisagem dos tempos primitivos, antes da existência dos seres humanos. Aqui, é possível sentir a energia primordial da natureza criada através da luta pela sobrevivência. Inevitavelmente, a MUJI segue o mundo natural como seu modelo. Com a preocupação de evitar o desperdício e os excessos e com o foco nos benefícios da natureza dos materiais originais, a MUJI, que começou com apenas 40 produtos, produz, atualmente, 7000 produtos. A MUJI continua a evoluir graças a pequenas ideias que resultam da nossa constante observação, a partir de todos os ângulos, da vida quotidiana.